Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Meu Clube É a Seleção!

Os pensamentos de uma simples adepta da Seleção Nacional, que não percebe assim tanto de futebol mas que é completamente maluca pela Equipa de Todos Nós.

"Viseu rima com Europeu. Selecção rima com coração." - O início do est

No Domingo passado, o Sporting ganhou a Taça de Portugal ao F.C. Porto. Eu por acaso estava a torcer pelo Sporting, mais porque esse é o clube do meu irmão do que por outro motivo qualquer. Como não tenho clube, ou pelo menos não tenho clube fixo, as minhas simpatias variam consoante os jogos. Não ligo à maior parte dos jogos da Liga, só quando há um "Clássico" é que me interesso um bocadinho. Nas competições europeias torço sempre pela nossa equipa. Gosto do Porto porque é lá que joga o Quaresma, o Bosingwa e jogava o Hélder Postiga. Gosto do Benfica, por causa do Nuno Gomes, do Rui Costa e por ser o antigo clube do Simão. Gosto do Sporting por causa do Moutinho, do Miguel Veloso e por ser onde o Ricardo e o Nani jogavam no ano passado. Gosto dos três de forma mais ou menos igual.

Mas o que interessa é que, com esta final, terminou a época para os clubes em Portugal e começou a época da Selecção. Segunda-feira passada, os eleitos de Scolari concentraram-se em Viseu. Só não vieram Ricardo Carvalho, Paulo Ferreira, Nani e Cristiano Ronaldo, que vão participar na final da Liga dos Campeões, e o Pepe, que está em digressão com o Real Madrid e vêm hoje à noite - o que deixou Scolari e o resto do pessoal da Federação fulos e frustrados.

Já agora faço só um aparte em relação à final da Champions. Ainda não sei por quem vou torcer hoje. Por um lado, gostava que o Manchester United ganhasse para aumentar as hipóteses de o Cristiano ser eleito o Melhor Jogador do Mundo no próximo ano, por outro lado, gostava que o Chelsea ganhasse para que o pessoal pudesse esfregar a Taça no nariz de José Mourinho. Enfim, vamos ver no que dá. Boa sorte para ambas as equipas.

Praticamente todos os jogadores que prestaram declarações à Comunicação Social disseram a mesma coisa quando questionados sobre as possibilidades de a Selecção chegar à final: não elevem demasiado a fasquia, temos de passar a primeira fase antes de mais nada, depois logo se vê. O Nuno Gomes e o Rui Patrício disseram praticamente a mesma coisa na Conferência de Imprensa, Terça à tarde. Eu concordo com esta filosofia: estou um pouco menos confiante do que no início do Mundial 2006 e realmente acho que é melhor sermos realistas e pensarmos jogo a jogo, em vez de nos deixarmos levar pela euforia e nos considerarmos já campeões antes sequer de o Campeonato começar.

Entretanto, o Mister já definiu os números que os marmanjos vão usar nas costas:
1. Ricardo 2. Paulo Ferreira 3. Bruno Alves 4. Bosingwa 5. Fernando Meira
6. Raul Meireles 7. Cristiano Ronaldo 8. Petit 9. Hugo Almeida 10. João Moutinho 11. Simão 12. Quim 13. Miguel 14. Jorge Ribeiro 15. Pepe 16. Ricardo Carvalho 17. Ricardo Quaresma 18. Miguel Veloso 19. Nani 20. Deco 21. Nuno Gomes 22. Rui Patrício 23. Hélder Postiga

O destaque vai para o Ronaldo que herda o número 7 do insubstituível Luís Figo. Pessoalmente, acho um bocado estranho, estava tão habituada ao 17 ser o número do Cristiano Ronaldo e ao 7 ser o número do Figo. Mas, é claro, se a gente "fechasse" o número da camisola de todo o jogador que se destacasse , às tantas já não havia número para toda a gente. Ou então, teríamos de usar números de 3 ou 4 dígitos. Enfim, vou ter de me habituar a ver o 17 nas costas do Quaresma em vez de ser nas do Cristiano.

Os capitães tambem já foram escolhidos: Nuno Gomes, Cristiano Ronaldo, Petit, Simão e Ricardo Carvalho. Nada a assinalar.

Ontem à tarde foi o primeiro treino deste estágio que teve direito a assistência. Os lugares esgotaram, tal como tinha acontecido durante o estágio em Évora. Eu tenho cá uma inveja dos viseenses... Tal como tive do pessoal de Évora em 2006. Quem me dera poder assistir também a um treino da Selecção. Em todo o caso, se alguém de Viseu por acaso ler isto, faço um apelo a que não percam um treino dentro das suas possibilidades, que façam aqueles "corredores de apoio" sempre que o autocarro passa e que gritem muito pela Selecção no meu lugar. Aproveitem bem estes dias de estágio já que são uns privilegiados do catano.

Tal como aconteceu no Euro 2004 e no Mundial 2006, os marmanjos não se podem queixar de falta de apoio, antes pelo contrário.

Ah, e antes que me esqueça, tenho de ir pendurar a minha bandeira à janela.

Indo eu, indo eu,
A caminho de Viseu,
Indo eu, indo eu,
A caminho de Viseu,
Encontrei a Selecção,
Ai Jesus que lá vou eu!
Encontrei a Selecção.
Ai Jesus que lá vou eu!