Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Meu Clube É a Seleção!

Os pensamentos de uma simples adepta da Seleção Nacional, que não percebe assim tanto de futebol mas que é completamente maluca pela Equipa de Todos Nós.

Portugal 1 Arménia 0 - A saca-rolhas

 

download.jpg

Na passada sexta-feira, dia 14 de novembro, a Seleção Portuguesa de Futebol recebeu, no Estádio do Algarve, a sua congénere arménia, em jogo a contar para a Qualificação para o Campeonato Europeu da modalidade. Este encontro terminou, à semelhança do anterior, com uma vitória pela margem mínima, cortesia do inevitável Cristiano Ronaldo. 

 

Só consegui acompanhar os primeiros vinte, trinta minutos do jogo via rádio visto que eu, os meus pais e a minha irmã formos de fim de semana e, àquela hora, ainda estávamos na estrada. Tínhamos o GPS ligado e, para nossa exasperação, a voz feminina conseguia falar sempre na altura crítica dos ataques portugueses - que, nos primeiros minutos de jogo, foram frequentes.

 

Felizmente, não tardámos a encontrar um restaurante, onde pudémos ver através de um ecrã os portugueses dominando, mas sem brilho, num jogo extremamente pastoso. Sabíamos de antemão que seria assim, que seria necessário termos paciência. Contudo, tal não atenuava a nossa frustração quando os nossos passes falhavam, os arménios recuperavam a bola, os remates saíam ao lado ou (como já é costume) iam ao poste. Por exemplo, eu até estava feliz por Hélder Postiga ser titular mas ele, coitado, não dava uma para a caixa. E não me venham dizer que o Éder, que o substituiu aos cinquenta e seis minutos, é melhor. Ele já participou em quinze jogos e, até agora, nada. Na sexta-feira, então, voltou a falhar uma, como diz a minha avó, de caracacá.

 

download.jpg

 

Queria chamar a atenção para um dos caloiros desta jornada, Raphäel Guerreiro, que teve uma excelente estreia a titular. Ele que tem cara de miúdo, a quem chamavam "o menino" no relato da rádio. É bom saber que temos alternativa a Fábio Coentrão, que estas são melhores que Eliseu.

 

Quando Fernando Santos, finalmente, pôs Ricardo Quaresma a jogar, já eu e a minha irmã tínhamos passado os últimos dez minutos a resmungar "Mete o Quaresma! Mete o Quaresma!". E ficou provado que tínhamos razão pois, mais uma vez, foi ele quem, combinado com Ronaldo (desta feita, Nani deu uma mãozinha), quem lançou as bases para se desatar aquele nó. Está mais que provado que o Quaresma é o novo Varela, é o novo Salvador da Pátria. O selecionador da Armémia disse que foi um golo "estúpido". Eu digo que estúpidos seríamos nós se desperdiçássemos mais aquela.

 

Um aparte só para apreciarmos o quão tristes foram as queixas do selecionador arménio. Confusões nas marcações de campos para treinos e motoristas com fraco sentido de orientação (os autocarros não têm GPS?) são coisas que acontecem. E, tanto quanto me lembro, são a primeira seleção visitante a fazerem queixas como estas. Agora, usarem isso para justificar a derrota é pura e simplesmente patético. Um exemplo perfeito do ditado "Eu sei dançar, o chão da sala é que está torto". E os arménios até demonstraram saber dançar, à sua maneira.

 

download.jpg

 

Não ocorreu assim mais nada de muito relevante até ao fim do jogo, tirando a já referida falha de Éder. Foi uma vitória tirada a saca-rolhas de um jogo pastoso, mediano, mas foi uma vitória. Foram três pontos. Não estamos em primeiro, mas estamos em segundo, com um jogo a menos que os dinamarqueses. Não é mau. É estranho chegarmos aproximadamente a esta altura e não termos de pegar numa calculadora. Continuamos com as dificuldades que já se tornaram mais ou menos crónicas na Seleção - fazemos exibições medianas, só o Ronaldo parece capaz de marcar, o cliché da renovação... - mas eu tenho esperança de que melhoraremos com o tempo. Tal como grão a grão enche a galinha o papo, vitória resvés a vitória resvés iremos reconstruindo a Seleção. Tal como vão dizendo várias vozes na Federação, o que é preciso é paciência.

 

Eu não me importo de alinhar nisso desde que, daqui a uns anos, a FPF me pague os medicamentos para o coração. É que começam a ser muitos anos....

 

Não esquecer que hoje temos jogo com a Argentina.